top of page
Logo (Transparente).png

Ganhar dinheiro ou trabalhar no que você gosta?

Você vive o dilema profissional: ganhar dinheiro x trabalhar no que você gosta? Nem sempre o que gostamos de fazer tem relação com nossa atual profissão. Como precisamos pagar as contas no final do mês, tendemos a nos acostumar com uma atividade profissional pouco gratificante.

Por outro lado, percebemos que muitas pessoas estão mudando de profissão na busca por um trabalho mais motivador, mais alinhado com o que gostam de fazer. Atualmente existem muitas profissões, muitas possibilidades de obter conhecimentos que permitem ganhar dinheiro por outros meios.

Ultimamente as pessoas estão muito ansiosas sobre esse tema. Elas estão sendo bombardeadas por mensagens como “Escolha um trabalho que você ama e você nunca terá que trabalhar um dia sequer na vida”.

Essa frase é atribuída ao filósofo chinês Confúcio que viveu 500 anos antes de Cristo. Muitos não sabem que Confúcio foi pastor, vaqueiro, funcionário público e guarda-livros antes de abandonar essas atividades e fazer o que gostava que era viajar enquanto ensinava sua filosofia. Somente entre os 51 e 73 anos de idade ele dedicou sua vida exclusivamente ao que gostava de fazer.

Certamente ele passou a vida estudando e se preparando para se tornar o que se tornou. Talvez esse seja o caminho a percorrer por aqueles que precisam ganhar dinheiro e ao mesmo tempo sentem que precisam fazer o que amam fazer para se sentirem realizados.

Muitas vezes, fazer aquilo que se gosta precisa ser conquistado aos poucos, ou seja, deve ser um direito a ser adquirido depois de uma vida de trabalho, poupança e investimentos. Existem pessoas que são bem-sucedidas trabalhando em uma atividade que remunera bem, mas que conseguem conciliar atividades que gostam de fazer. Um maior nível de independência financeira permite fazer aquilo que se gosta com uma menor preocupação relacionada com o financeiro.

Para fazer aquilo que se gosta de fazer é necessário ter um pouco de audácia, ou seja, precisa ter coragem para tomar decisões contrárias aos padrões, hábitos, costumes e comportamentos automáticos que as pessoas seguem.

Por fim, para quem tem um trabalho que precisa ser tolerado, por não ser uma atividade que gosta, talvez uma boa economia por alguns anos e bons conhecimentos sobre investir dinheiro, ajude a conquistar o privilégio de trabalhar naquilo que você gosta e não naquilo que você tolera em troca do dinheiro.

Frequentemente, as pessoas que não gostam do trabalho que fazem pelo dinheiro, são as mesmas que passam a vida gastando tudo que ganham com prêmios de consolação. Se você gasta tudo que ganha com recompensas por fazer um trabalho que não gosta, talvez, melhor seria fazer um sacrifício adicional como poupar parte do dinheiro, investir da melhor forma possível para criar uma reserva financeira suficiente para que você faça escolhas profissionais melhores, tentando equilibrar um trabalho bem remunerado com alguma atividade relacionada com aquilo que você gosta de fazer.

Para saber mais clique no link e faça o download do nosso e-book gratuitamente.

bottom of page